Mecatrónica: o que é, o que estuda e como se aplica

A mecatrónica é uma área multidisciplinar, visto que incorpora elementos da eletrónica, da mecânica, da robótica, sistemas de computação e fabricação. Também se estudam os distintos sensores e o funcionamento de máquinas industriais, processos de fabricação, etc. A aliança destas diferentes áreas torna possível pensar num produto de maneira diferente desde a sua conceção até à sua reciclagem e manutenção. Desta forma, trata-se de um processo de integração de tecnologias em sinergia com a missão de melhorar a funcionalidade de um produto.

Neste artigo analisaremos as características principais da mecatrónica e começaremos por conhecer quais as disciplinas que combina: engenharia eletrónica, engenharia mecânica, engenharia informática, engenharia de controlo. Cada uma destas quatro disciplinas compreende diferentes áreas que partilha com as outras.

Através da mecatrónica, vemos que a engenharia eletrónica partilha a área de eletromecânica com a engenharia mecânica, a engenharia mecânica partilha a área de CAD/CAM com a engenharia informática, a engenharia informática partilha o controlo digital com a engenharia de controlo e fechamos o círculo com a engenharia de controlo que partilha o controlo eletrónico com a engenharia eletrónica. Estas sinergias são o que chamamos de engenharia mecatrónica.

História da mecatrónica

O termo mecatrónica foi introduzido pela primeira vez no Japão na terminologia técnica pela empresa japonesa Yaskawa Elektric Corporation no início dos anos 70, sendo entendida como as atividades de design e construção que incluíam sistemas e componentes eletrónicos em mecanismos ou estruturas de muita precisão.

Pouco tempo depois, o termo começou a ser utilizado também nos Estados Unidos e na Europa para unificar as engenharias enumeradas anteriormente. Atualmente, mecatrónica é um termo associado à engenharia em que existe um nível muito alto de combinação de sistemas mecânicos com a eletrónica e o controlo por computador.

Historicamente, este foco foi inicialmente imposto aos sistemas de automatização que necessitavam de utilizar tecnologias eletrónicas. Seguidamente, com a chegada dos computadores, os microprocessadores e a Internet, foram apresentados novos produtos e a possibilidade de se aplicar aos produtos existentes, que integravam estas tecnologias e que se multiplicaram por dez.

A mecatrónica foi estabelecida pela primeira vez na aeronáutica e depois estendeu-se amplamente no sector automóvel e gradualmente entrou nos produtos da indústria mecânica.

Aplicações

Entendendo que a mecatrónica abarca disciplinas muito amplas e complexas, podemos dizer que tem muitos campos de aplicação. De facto, a mecatrónica pretende ser essa disciplina ou engenharia em que os produtos que se fabricam tenham em conta todas as engenharias e não se tratem como independentes.

O ponto forte da mecatrónica é a versatilidade para criar melhores produtos, processos ou sistemas. A partir da síntese de diferentes áreas de engenharia, o seu principal objetivo é cobrir necessidades como:

Automatizar a maquinaria: produtividade e fiabilidade.

Criação de produtos que respondam às necessidades e procuras atuais.

Harmonia entre componentes mecânicos e elétricos: facilitar os processos de fabricação ou reparação de diferentes equipamentos.

 

As principais indústrias que utilizam a mecatrónica são:

Empresas da indústria da automatização: sistemas ou elementos computorizados e eletromecânicos para controlar maquinaria e/ou processos industriais.

Empresas da indústria de fabricação: fabricar sistemas ou componentes elétricos ou eletrónicos de forma automática.

A mecatrónica pode aplicar-se a muitos campos, desde a medicina até à mineração, passando pela indústria farmacêutica, mecânica, automobilística, têxtil, comunicações, alimentação, comércio… e um grande etc.

Se desejar obter mais informação sobre a mecatrónica e especificamente sobre o software Mechatronic Concept Design (MCD), não hesite em nos contactar.

Na Avantek, oferecemos ajuda em todo o processo de implementação do software de mecatrónica industrial da Siemens, e também durante o crescimento e maturação. O acompanhamento é feito em todos os momentos.

Artigo anterior
NX para a conexão direta entre o design mecânico e elétrico
Artigo seguinte
A indústria 4.0 no sector da alimentação
Menu